Pe. Maurino Mota é empossado como pároco de Rio Paranaíba com igreja matriz completamente lotada
04 fev 2017 0 Visualizações
A+ a-

(Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

Centenas de fiéis lotaram as dependências da Igreja Matriz em Rio Paranaíba para acompanhar de perto a posse do novo pároco, Pe. Maurinho Mota. A missa presidida pelo bispo diocesano, Dom Cláudio Nori Sturn, ainda contou com a participação de Padre Marino Santos, futuro pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de São Gotardo e Padre Jair Corrêa, pároco da Paróquia Santa Cruz em Cruzeiro da Fortaleza e que também já passou por Rio Paranaíba entre os anos 1994 a 2000.

Inicialmente, foi lido o decreto de nomeação, onde o sacerdote recebe a provisão de pároco para exercer seu ministério numa determinada paróquia por seis anos, com jurisdição para a administração econômico financeira. A provisão de pároco de Pe. Maurino foi assinada no dia 08 de dezembro, na solenidade de Imaculada Conceição de Nossa Senhora.

Após a leitura do decreto, Pe. Maurino recebeu das mãos de Dom Cláudio a estola e professou sua fé, conforme determina a disciplina da Igreja, em que os fiéis que são chamados a exercer um cargo em nome da Igreja, deve emitir a Profissão de Fé, segundo a fórmula aprovada pela Sé Apostólica.

(Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

Durante a Liturgia da Palavra, o sacerdote recebeu o Evangeliário, com o objetivo de sempre anunciar a palavra de Deus a todos os fiéis. O bispo durante sua homilia, ressaltou que Pe. Maurino veio para Rio Paranaíba dar continuar no trabalho de evangelização e pediu aos fiéis que o acolha com muito carinho e apreço.

Na sequência, à sua pregação, o bispo deu continuada à celebração com o rito de posse, onde o padre foi interrogado publicamente, manifestando sua disposição de cooperar com o bispo e de trabalhar para cuidar com zelo da paróquia que foi confiada. O sacerdote também recebeu das mãos do bispo a sede presidencial, de onde ele ensinará e conduzirá o povo de Deus.

Padre Maurino também recebeu as chaves da igreja, as chaves do sacrário onde junto com o bispo rezou por alguns instantes diante do Cristo Sacramentado, os paramentos para a realizado do sacramento do batismo e da penitência. Por fim, o sacerdote tocou o sino da igreja, simbolizando a alegria da paróquia por receber um novo pároco.

Encerrando o Rito de Posse, Pe. Maurino proferiu o juramento de fidelidade à Igreja, à diocese onde é chamado a exercer seu ministério sacerdotal, de seguir o que foi estabelecido pelos sagrados pastores e de auxiliar o bispo diocesano, afim de que atividade apostólica exercida seja desenvolvida dentro da comunhão da mesma Igreja.

(Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

A solene celebração eucarística de posse ainda contou com a participação de diversas autoridades como vereadores, o prefeito municipal, Valdemir Diógenes e sua esposa, o vice-prefeito Euclides Dorneles e sua esposa e a ex-prefeita de Patos de Minas, Béia Savassi. Ao término da celebração, o prefeito de Rio Paranaíba se pronunciou e acolheu o novo pároco em Rio Paranaíba.

Também foi proferida uma mensagem de acolhida da Paróquia São Francisco das Chagas, lida pela coordenadora do Conselho Paroquial de Pastoral (CPP), Cíntia Castro. Na mensagem, a coordenadora buscou ressaltar que o ‘que sustenta o coração de um padre, e o que dá brilho e alegria em seus olhos no exercício de seu ministério é o seu amor a Jesus Cristo e à Igreja’. Os coordenadores de cada setor entregou a Pe. Maurino uma imagem de cada padroeiro: São Francisco, Nossa Senhora Aparecida, São José, Nossa Senhora de Fátima e Coração Imaculado de Maria.

Antes, porém, de encerrar a celebração eucarística, foi lida a ata de posse pela secretária do COPAE, Sirlei Helena, e foi assinada por todos os padres presentes e, bem como, pelos coordenadores das CCPs, CPP e da Juventude Franciscana.

(Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

Em seu primeiro pronunciamento aos seus novos fiéis, Pe. Maurino buscou ressaltou que dará continuidade no trabalho de evangelizado deixado pelo então pároco, Pe. Wesley Balbino e que estará sempre à disposição dos fiéis. Ele ainda fez um agradecimento aos fiéis da Paróquia São Vicente de Paulo e de outras paróquias que estavam presentes da celebração eucarística.

Como em toda Igreja, no dia 03 de fevereiro é celebrado o dia de São Braz, padroeiro da garganta. O bispo diocesano concedeu sua bênção apostólica e a benção da garganta para os centenas de fiéis que lotaram as dependências da Igreja Matriz.

Após a celebração eucarística, os fiéis foram convidados a participar de um jantar no Centro Catequético, preparado por todas as pastorais e movimentos de Rio Paranaíba, onde também, o pároco Pe. Maurino recebeu os cumprimentos de toda comunidade paroquial de Rio Paranaíba e dos fiéis da Paróquia São Vicente de Paulo de Patos de Minas.

Confira as fotos.

Texto e fotos: Gilberto Martins – Jornalista responsável pela Pastoral da Comunicação