Notícias

Família doa quadra de lotes para construção da Igreja de São José

Foto: Arquivo Pessoal/Lino Gaspar
Foto: Arquivo Pessoal/Lino Gaspar

No último mês de 2014, uma família usando da sua generosidade, fez uma doação de uma quadro de lotes à Paróquia São Francisco das Chagas para a construção da Igreja de São José, que pertencerá à Comunidade de São José fundado a cerca de um ano pelo pároco, Pe. Wesley Balbino.

A benfeitora, Dona Joana Maria de Jesus foi quem fez a doação da quadra de lotes para a comunidade e no último dia 08 de dezembro, ela assinou a Escritura de Doação Pública com a presença do bispo diocesano Dom Cláudio Sturm, do pároco Pe. Wesley e familiares. Dona Joana é a mãe 10 filhos sendo três vivos: Rafael, Maria do Carmo (Esposa do empresário Lino Gaspar) e Aurora (Esposa do empresário Valdir da Fábrica) e outros sete já faleceram e dos quais, ela diz com muita fé que todos foram batizados.

Em entrevista à nossa reportagem, Lino Gaspar, que é genro de Dona Joana, conta que são quatro lotes que perfazem um total de 1200 metros e que é localizado no Bairro São Francisco. Confira na íntegra, a entrevista:

PASCOM – Sr. Lino, o que levou vossa família a fazer a doação do lote para a construção da Igreja de São José?

R.: A nossa família na pessoa da matriarca Dona Joana Maria de Jesus, doou esta área para construção da IGREJA DE SÃO JOSÉ, por motivo de fé. A exemplo de São José, homem justo e trabalhador, oferecemos também o fruto do suor do nosso trabalho, o pão e o vinho, que o Cristo abençoou e depois consagrou no seu corpo e sangue, que esta Igreja de São José abrigue e nutra o povo de Rio Paranaíba, com o pão da vida e da palavra.  Pedimos a Deus por intenção de São José que esta benção se estenda a nossa família, filhos e netos da qual entendemos que os descendentes do patriarca Joaquim Rezende, têm mais de 5.000 pessoas e na pessoa dele, lembramos os nossos entes queridos, em especial José Cristino, esposo de Dona Joana, que na terra soube fazer jus ao seu nome JOSÉ, homem justo e trabalhador.  Que todas as pessoas, que passarem por aquela Igreja, vejam a cruz, sinal do Cristão, que sejam abençoadas, nativos e imigrantes, jovens e velhos, assim como no deserto a serpente de bronze, erguida por Moisés, salvou as pessoas que olharam para aquela imagem, assim a cruz do alto da nossa futura Igreja de São José sirva de alento a todos que procuram conforto para as suas almas.

PASCOM – O lote que foi doado está situado em qual localização? E qual o seu tamanho?

R.: Dona Joana doou quatro lotes no Bairro São Francisco, perfazendo um total de 1.200 metros quadrados, na Avenida Pedro Cincinato Aguiar, nome do meu pai, cujas benções também atinjam a família dele.

PASCOM – Qual a mensagem que o senhor deixa para os leitores do ‘Correio Franciscano’ e do Portal Paróquia São Francisco das Chagas

R.: Que toda a comunidade se empenhe na realização desta obra, que todos ofereçam os dons do seu trabalho, para que sejam abençoados, pois todas as vezes que a nossa cidade foi convidada a se solidarizar com obras humanitárias, soube dar o seu sim de Maria.

Ainda segundo Lino Gaspar, no dia 26 de dezembro, Dona Joana recebeu da comunidade uma imagem de São José, em reconhecimento pela generosa doação à comunidade.

Fotos: Arquivo Pessoal/Lino Gaspar

Texto e entrevista: Gilberto Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.