Notícias

Sexta-Feira Santa é marcada pela encenação da Paixão de Cristo

A Igreja Matriz ficou complemente tomada por fiéis na celebração do beijo na Cruz. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)
A Igreja Matriz ficou complemente tomada por fiéis na celebração do beijo na Cruz. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

A Sexta-Feira Santa em Rio Paranaíba ficará marcada na vida dos paroquianos de São Francisco das Chagas. O grande comparecimento dos fiéis na celebração da Adoração da Cruz, às 15h, na encenação da Paixão e Morte de Jesus Cristo realizada pelos jovens, às 18h no Ginásio Poliesportivo da Praça de Esporte e na procissão de depósito da imagem do Senhor Morto no Cemitério Municipal deixou registrado na memória dos participantes os últimos momentos de Jesus na sua vida terrena.

Durante todo o dia os agentes de pastorais e movimentos ficaram em adoração ao Santíssimo Sacramento na Igreja Matriz e às 15h, o pároco de Rio Paranaíba, Pe. Wesley Balbino realizou a Celebração da Adoração da Cruz, tradicionalmente conhecida com Celebração do Beijo da Cruz. Na oportunidade, o sacerdote exortou aos fiéis que na cruz, Jesus Cristo realizou o sacrifício pascal e que Ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Para concluir a sua pregação na celebração, o pároco voltou a exortar os presentes na Igreja Matriz: “Quando recitamos o santo terço, ou o santo Rosário, nós percebemos as maravilhas de Deus em nossas vidas. A bondade e a misericórdia de Deus se entendem a toda criatura. Quero, portanto, ajuda-los a perceber que é na caminhada rumo ao Calvário abraçando a nossa cruz de cada dia e vivendo a espiritualidade de Maria, conseguiremos alcançar um coração agradecido”.

Momento da adoração da Cruz. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)
Momento da adoração da Cruz. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

Após a sua pregação, o pároco realizou o Rito da Comunhão e finalizou a celebração com o Beijo da Cruz. Estendendo a cruz três vezes e retirando a toalha vermelha que a cobria, o sacerdote proclamava: “Eis o lenho da Cruz, no pendeu a salvação do mundo!”, beijando em seguida a cruz. Os fiéis que estavam presentes na celebração formaram duas grandes filhas no corredor principal da igreja para também beijarem a cruz.

À noite, como parte da programação da Semana Santa a vários anos, a Juventude Franciscana (EAC, MAC, EJC, Pastoral Universitária e Jovens Vicentinos) realizaram a encenação da Paixão e Morte de Jesus Cristo no Ginásio Poliesportivo da Praça de Esportes no bairro Novo Rio. Com meia hora de atraso, a atração prendeu a atenção dos presentes que lotou as dependências do ginásio.

Momento da crucificação de Jesus Cristo. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)
Momento da crucificação de Jesus Cristo. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

Nossa reportagem conversou com Fábio Santos, membro da Renovação Carismática Católica (RCC) de Rio Paranaíba e segundo ele, assistir a encenação aumentou ainda mais a sua fé e que ele vivenciou de perto o que Jesus passou por todos. Conversamos também com alguns dos jovens que se apresentaram na noite desta sexta-feira e segundo o jovem Marcelo Castro, que representou Jesus, atuar é fazer com que a população possa sentir um pouco da Semana Santa. Ouça a reportagem completa com a entrevista com o Marcelo e mais alguns jovens abaixo.

A apresentação foi cuidadosamente preparada pelos jovens dos movimentos da paróquia e o que pudemos perceber é que a cada ano, sempre inovam na riqueza de detalhes nos cenários e nas roupas dos atores.

Após a encenação, foi dada início a procissão do Senhor Morte até o Cemitério Municipal. Centenas de fiéis acompanharam fervorosamente a procissão e puderam apreciar o tradicional cântico de Verônica, apresentado pelo Coral de São Francisco. Dessa forma, a portal do Cemitério Municipal ficou completamente tomada pelos fiéis que aproveitaram o momento para visitarem o túmulo de seus entes queridos.

Neste sábado santo (04), dando sequência a programação da Semana Santa, teremos às 19h, a celebração eucarística da proclamação da Páscoa do Senhor e bênção do fogo santo. Pedimos a todos para levarem velas.

Participe conosco!

Texto e fotos: Gilberto Martins – Editor e graduando em Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.