Notícias

Corpus Christi em Rio Paranaíba volta a ter ruas enfeitadas

Foto: Divulgação/PASCOM
A celebração eucarística acontece às 17h na Igreja Matriz. (Foto: Divulgação/PASCOM)

A solenidade de Corpus Christi celebra a presença real de Jesus na Eucaristia. Em todo o mundo, as paróquias celebram o dia com grande festa, enfeitando as ruas ou fazendo gestos concretos durante a celebração eucarística. Em Rio Paranaíba não é diferente. Neste ano, o dia de Corpus Christi será celebrado às 17h na Igreja Matriz e terá como gesto concreto a doação dos fiéis que será entregue no momento do ofertório durante a celebração eucarística e que será destinada para o altar da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, que já está em fase avançada de acabamento.

Em nota enviada à nossa reportagem, o pároco Pe. Wesley Balbino, através de todas as pastorais e movimentos, o Conselho Paroquial de Pastoral (CPP), os Conselhos Comunitários de Pastoral (CCP’s) e o Conselho Paroquial de Assuntos Econômicos (COPAE), convida a todas as famílias para participarem da celebração eucarística na próxima quinta-feira, 04 de junho.

Na nota ainda é informado que o trajeto da procissão de Corpus Christi deverá percorrer. Saindo da Igreja Matriz, os fiéis deverão passar pelas ruas: Trajano José da Silva, Vicente Caetano, João Barbosa de Barros, Z, José Batista de Faria, João José de Resende até chegar na Igreja de Nossa Senhora de Fátima.

Na noite desta quinta-feira (28), membros dos grupos juvenis da paróquia se reuniram e decidiram enfeitar algumas ruas para a passagem da procissão. Segundo informações obtidas pela nossa reportagem, ficou decidido que o trecho entre a Delegacia de Polícia Civil na rua Vicente Caetano até a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, será enfeitado pela Juventude Franciscana e a CCP da Comunidade Nossa Senhora de Fátima ficará responsável pela ornamentação da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, onde ocorrerá a bênção do Santíssimo, encerrando a celebração. Ainda segundo informações, haverá algumas residências ornamentadas para que o sacerdote conceda a bênção do Santíssimo durante a procissão.

Origem da Celebração

A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. Quando as visões da freira Juliana e as ideias de fazer-se a festa do Corpo de Cristo chegaram ao conhecimento do bispo, ele acabou por aceita-las e em 1246, na sua diocese, celebrar pela primeira vez a festividade. Seja coincidência ou providência, o bispo de Juliana vem a tornar-se o Papa Urbano IV, que estende a festa de Corpus Christi para toda Igreja, no ano de 1264 através da Bula Papal “Transiturus de hoc mundo”.

A Celebração no Brasil

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento. A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Texto: Gilberto Martins – Editor e Graduando em Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.