Notícias

Terço das Mulheres movimenta o penúltimo dia da exposição itinerante

Cerca de 440 mulheres recitaram o terço na Igreja Matriz na noite desta terça-feira. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)
Cerca de 440 mulheres recitaram o terço na Igreja Matriz na noite desta terça-feira. (Foto: Gilberto Martins/PASCOM)

O penúltimo dia da exposição em comemoração aos 50 anos da Congregação da Irmãs Missionárias da Sagrada Família que está sendo realizada em Rio Paranaíba desde o último sábado (18), foi marcado por um grande número de visitantes no período noturno, quando cerca 440 mulheres se reuniram na Igreja Matriz para recitarem o terço.

Durante o dia, várias pessoas passaram pela exposição para conhecer e rever as irmãs e a leiga-missionária Maria Aparecida Fausto que está acompanhando as irmãs já a mais de 30 anos. O que chama a atenção das pessoas que visitam a exposição, é o grande acervo de fotos e objetos que mostra o pouco do trabalho que as irmãs realizaram e realizando em 50 anos de missão.

Várias pessoas chegaram mais cedo na Igreja Matriz para conversarem com as irmãs e relembrarem os vários momentos em que elas estiveram presentes em Rio Paranaíba por 10 anos. Segundo estimativa das irmãs, cerca de 510 pessoas já passaram pela exposição. A todo momento, as irmãs receberam demonstrações de carinho e amizade do povo rio paranaibano que, às vezes emocionados, pediam para que as mesmas não fosse embora ou mesmo permanecessem mais alguns dias na paróquia.

Maria Aparecida em entrevista à PASCOM.
Maria Aparecida em entrevista à PASCOM.

Após a recitação do terço, uma das integrantes do Terço das Mulheres, convidou a Irmã Edvaneide para dirigir algumas palavras as mulheres que estavam presentes. Segundo ela ficou maravilhada ao ver tantas mulheres reunidas para recitarem o terço e ainda ressalta a alegria que irmãs estão felizes de retornar à Rio Paranaíba e encontrar uma comunidade unida. “Coisa mais linda que meus olhos e meu coração completaram. Ver tantas mulheres, tantas Marias, reunidas para louvar a nossa Mãe, maior Maria. É uma alegria muito grande estar de volta aqui em Rio Paranaíba e contemplar isso tudo que nós vimos. Eu fico feliz de ver que a cidade cresceu, mas também a Igreja cresceu”, ressaltou a religiosa.

Nossa reportagem conversou com a leiga-missionária Maria Aparecida Fausto, da cidade de Niterói e que acompanha as irmãs a mais de 30 anos. Ela, que é pedagoga em umas das escolas que as irmãs coordenam, comenta que foi maravilhoso vir à Rio Paranaíba e ser recebida com tanto carinho pelo povo rio paranaibano. “Olha, maravilhoso! Em cada família que a gente chegou, acho que é como se fosse a nossa família. Não tinha a menor diferença de uma pessoa para a outra. A receptividade foi excelente e o retorno maravilhoso. Eu acho que eu não esperava tanto. Agora, o povo é maravilhoso e é uma frase que alguém disse para mim assim em Rio Paranaíba: ‘A irmã traz Deus com ela’. Isso é muito forte e renova o testemunho delas. Estou muito feliz’, disse a missionária.

A exposição se encerra nesta quarta-feira (22) no período matutino e as irmãs chegam viagem até a cidade de Santana do Parnaíba, onde encontram com a Irmã Aparecida Machado, que contribuiu com a formação catequética de várias crianças na época em que morou em Rio Paranaíba, para prosseguirem com a exposição itinerante. As irmãs comemoram os 50 anos no próximo dia 15 de agosto, às 10h em Niterói, cidade sede da congregação.

Confira abaixo, a entrevista exclusiva com a leiga-missionária Maria Aparecida Fausto.

Texto e fotos: Gilberto Martins – Editor e Graduando em Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.