Notícias

Igreja de Nossa Senhora de Fátima receberá imagem de São Pelegrino

A imagem será colocada após a término da obra. (Arte: Gilberto Martins/PASCOM)
A imagem será colocada após a término da obra. (Arte: Gilberto Martins/PASCOM)

A Igreja de Nossa Senhora de Fátima que ainda está em construção e em estágio bem avançado de término, receberá após a conclusão a imagem do protetor dos doentes de câncer, São Pelegrino. A informação foi confirmada em nota enviada à nossa reportagem na noite deste último domingo (26) do pároco, Pe. Wesley Balbino.

Na nota ainda informa que as comunidades rurais do setor de Nossa Senhora Fátima: Campinhos, Sagrados Corações, Santa Rita de Cássia e Abaeté dos Mendes e as comunidades rurais do setor de Nossa Senhora Aparecida: São Pedro, Arcos, Santa Luzia, Palmeiras, Pedreiras e São João estão realizando a novena em louvor a São Pelegrino em prol do Hospital do Câncer de Barretos.

São Pelegrino, padroeiro dos doentes de câncer, nasceu na agitada cidade de Forli, na Itália, isto em 1282. No entanto, Pelegrino, antes de sua conversão, era chamado de furacão, pois idealista chamava a atenção de muitos. Sua cidade natal, Forli, recebeu uma correção da Igreja que supôs a presença de um missionário chamado Filipe de Benício, o qual era superior geral dos Servitas.

Numa de suas pregações, teve que se retirar antes do momento, pois o revolucionário Pelegrino não parava de gritar: “Fora o missionário do Papa!” Com a humilde saída do missionário, Pelegrino caiu em contrição e procurou-o para pedir perdão; a partir daí, iniciou uma conversão radical na vida de Pelegrino que, de furacão descontrolado, passou com a graça de Deus, a um furacão espiritual que chegou a entrar na Ordem dos Servitas e se destacar pela fidelidade na vivência da regra e do Evangelho de Cristo.

Assim, São Pelegrino cresceu na santidade que o levou para o céu com 80 anos. Sua festa é celebrada pela Igreja em no dia 04 de maio.

Para obter a oração à São Pelegrino, clique aqui.

Para obter a novena em louvor a São Pelegrino, clique aqui.

Texto: Gilberto Martins – Editor e Graduando em Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.