Notícias

Jovens Vicentinos participaram do Fórum Nacional da Juventude Vicentina

O evento reuniu cerca de 1600 jovens em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de BH. (Foto: Divulgação/SSVP Brasil)
O evento reuniu cerca de 1600 jovens em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de BH. (Foto: Divulgação/SSVP Brasil)

A Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP) realizou neste primeiro fim de semana do mês de setembro, o segundo Fórum Nacional da Juventude Vicentina na cidade de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. O evento reuniu cerca de 1600 jovens de diversas regiões do país, para uma experiência inigualável, como foi comparado por um dos jovens.

O fórum teve início ainda na sexta-feira (04) e contou a realização de oficinas, palestras e claro, muita alegria e diversão dos jovens. No site oficial da SSVP Nacional, a consocia Érika Ázara, coordenadora nacional dos jovens, relata que eles estavam lá pelos pobres e para servir a Deus. “Nós estamos aqui pelos Pobres, para servir a Deus por meio Deles. E trabalhamos por amor”, afirmou coordenadora nacional.

Ainda segundo informações da redação da SSVP Nacional, o Pe. Joelson Sotem encorajou os jovens que mesmo diante de tantas pobrezas que estão diante da sociedade atualmente, é preciso se engajar na causa caritativa. “Não desanimem, meus jovens. Os Pobres precisam de vocês”, disse o sacerdote durante uma celebração eucarística foi celebrada no sábado (05).

O Fórum Nacional da Juventude ainda contou com participações internacionais, como a do Pe. Romanus Edony, de Suriname. Após cerca de 60 horas de encontro, os jovens levaram consigo o compromisso de servir efetivamente aos pobres e segundo informação da redação nacional da SSVP, a programação do evento foi para formar a juventude vicentina a desenvolverem um dos sonhos de Antônio Frederico Ozanam, que era transformar o mundo em grande rede de caridade.

Jovens de Rio Paranaíba também participaram do evento. (Foto: Arquivo Pessoal/ Felipe Becker)
Jovens de Rio Paranaíba também participaram do evento. (Foto: Arquivo Pessoal/ Felipe Becker)

Cerca de 24 jovens da Conferência de Nossa Senhora Aparecida de Rio Paranaíba também participaram do segundo fórum da juventude vicentina. E segundo eles, participar do evento foi um momento único e uma experiência incrível. A coordenadora da Comissão Nacional de Jovens para a Região V no Brasil e presidente da Conferência Nossa Senhora Aparecida de Rio Paranaíba, Nadielle Marques disse que a intenção do Fórum é formar jovens para a vida vicentina e o trabalho de mudança de estrutura nas famílias que eles atendem. Ainda de acordo com ela, foram momentos inesquecíveis em que houve várias diversidades de cultura e sobretudo, troca de experiência através dos momentos oferecidos.

Nadielle que também foi uma das organizadoras do evento, disse ainda que os jovens estão cientes que a missão começa agora e que é preciso acreditar na mudança. “Após esse mega encontro, estamos cientes que nossa missão começa aqui e agora. Precisamos sonhar alto, mirar a lua. Sonhar junto com quem sofre e clama por socorro. Perguntamos: Qual é o nosso sonho? O nosso sonho e transformar o mundo em que vivemos numa grande rede de caridade, nosso sonho e levar muito mais que alimento, é dizer em cada visita que seremos o idealizador dos sonhos de cada família, pois acreditamos na mudança. Precisamos fazer a diferença no mundo que vivemos, estamos aqui para servir e tecer sonhos para viver”, enfatizou.

Nossa reportagem conversou com alguns jovens que participaram no evento e eles contam como foi a participar deste evento que teve início na sexta-feira (04). A jovem Amanda Júnia destacou que o Fórum Nacional da Juventude foi um divisor de águas em sua vida e que o momento foi de fazer amizades para a vida inteira. “O Fórum Nacional da Juventude Vicentina foi sim, um divisor de águas em minha vida. Pois, trocamos experiências, conhecemos pessoas de todo o Brasil e de um pedacinho do mundo também. Com isso, fizemos amizade para a vida inteira. Tivemos ainda vários momentos de alegria, oração, dinamismo e o mais importante, pude aprender o verdadeiro sentido de sonhar. Hoje digo que irei fazer o possível e o impossível para mudar as estruturas, para tecer sonhos e tentar ao máximo ajudar os mais necessitados”, afirmou a jovem.

Já a tesoureira da Conferência Nossa Senhora Aparecida, Bianca Oliveira relata que difícil explicar a sensação de passar os quatro dias participando do fórum. Ainda segunda a tesoureira, o evento foi para fazer um laço enorme de amizade de norte ao sul do pais. “Participar do Fórum Nacional da Juventude foi uma experiência incrível, e é até difícil explicar a sensação maravilhosa que foi estes 4 dias. Este fórum proporcionou mais formas de ver o mundo e de como podemos trabalhar para melhorar e renovar a espiritualidade da gente. Ganhamos, com isso, muito mais força para não parar o trabalho da caridade com aqueles que precisam de nós. Em uma das oficinas que mais me marcou, foi a que o palestrante falava que nós jovens vicentinos, não queremos aparecer, não queremos que nosso movimento apareça e sim nossa essência, que é Cristo”, disse.

Para o vicentino, Valter Henrique, o evento foi uma troca de experiência e um momento de fazer experimentar novas experiências de vida. “ Foi tudo de bom, uma troca de experiências. Um momento único para fazer novas amizades e novas experiências de vida. Tudo muito bom e muito bem organizado”, contou.

O terceiro Fórum Nacional da Juventude será realizado em 2017 e a coordenadora nacional de Jovens da SSVP, consocia Érika Àzara, disse que os jovens devem passar por cima do ego e que sejam unidos estão de volta. “Nós somos uma família. Temos diferenças, mas passamos por cima do nosso ego para que tudo aconteça. Sejam unidos e vamos atrás dos nossos sonhos. 2017 estamos de volta”, disse a coordenadora nacional, segundo informações do site oficial da SSVP.

Com informações da redação da SSVP Brasil

Texto: Gilberto Martins – Editor e Graduando em Jornalismo

Fotos: Divulgação/SSVP Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.