Notíciasslide

Diocese de Patos de Minas suspende missas públicas; Festa de São José em Rio Paranaíba é interrompida

O bispo diocesano de Patos de Minas, Dom Frei Claudio Nori Sturn, divulgou no início da tarde desta terça-feira (17), um novo comunicado suspendendo todas as atividades paroquiais em toda diocese. Inicialmente, a nota diz que está suspensa temporariamente os encontros de catequese, bem como, a realização de eventos, assistências e demais atividades programadas formativas para diversas pastorais, comissões e movimentos eclesiais como grupo de orações, reuniões, palestras e retiros.

A Diocese de Patos de Minas também suspendeu todas as celebrações eucarísticas com os fiéis a partir desta quarta-feira (18). No entanto, os sacerdotes de todas as paróquias deverão celebrar diariamente, de forma privativa, em favor de todo o povo de Deus. Em Rio Paranaíba, o pároco Pe. Maurino irá celebrar duas missas no domingo que serão transmitidas ao vivo pela Rádio Paranaíba FM, sendo um horário tradicional às 09h e outra às 19h.

Dom Cláudio ainda orienta aos fiéis para acompanhar as celebrações que serão presididas pelos meios de comunicação, cumprindo o preceito dominical e os sejam celebrados apenas batismos de emergências.

Sobre as novenas, tríduos e procissões que estavam programadas, todas os eventos estão suspensos por tempo indeterminado. Em Rio Paranaíba, por exemplo, está acontecendo a tradicional festa de São José que precisará ser interrompida por determinação diocesana. Em relação à Semana Santa e Páscoa, um novo comunicado será emito pela diocese patense. O mutirão de confissões que são realizado durante o tempo quaresmal em toda diocese também está suspenso.

O bispo ainda exorta que todas as igrejas devem ficar abertas, higienizadas e bem arejadas e q eu os padres ampliem os horários de atendimento, respeitando a distância física recomendada. Também foi orientado aos padres e diáconos a levarem pessoalmente a comunhão para os idosos e doentes que solicitarem e que se coloque em destaque nas igrejas, a imagem de Nossa Senhora, para uma especial veneração.

Todas as medidas serão tomadas em decorrência à pandemia de novo coronavírus (COVID-19), para evitar a aglomeração de pessoas nas igrejas. Dom Cláudio ressalta ainda na nota que é tempo de alimentar a esperança, promover a solidariedade e incentivar a oração. Confira a nota da íntegra.

 

Texto: Gilberto Martins